• carolinebastos7

Blockchain no processo de inovação das eleições

As eleições vem passando por um processo de inovação no TSE desde 1996, momento histórico esse, no qual o uso das urnas eletrônicas foi implementado.

As urnas foram desenvolvidas para serem usadas por todos, mas, sua democratização não significa que ela não seja segura: elas usam tecnologia de criptografia e assinatura, com o objetivo de garantir a integridade e a autenticidade do processo eleitoral. Isso tudo possibilitou que toda a população brasileira, mesmo as pessoas que residem nas áreas mais remotas, consigam exercer seu direito de voto de forma segura.

O desafio para o futuro é continuar garantindo o que já foi conquistado até agora com o uso de novas tecnologias. Para tanto, o TSE planeja utilizar a tecnologia Blockchain, na qual o uso vai reforçar ainda mais a segurança do processo eleitoral em todas as suas etapas.

Confira na íntegra todas as novidades do TSE, com Giuseppe Dutra.


Giuseppe Dutra Janino, Secretário de tecnologia da informação, Tribunal Superior Eleitoral


CONIP JUDICIÁRIO 2020 ACONTECEU DE 01 A 04 DE DEZEMBRO DE 2020 - EDIÇÃO VIRTUAL





1 visualização0 comentário