O Teatro da Inovação e o Culto à Carga nos modismos gerenciais

Hoje a conversa foi com Olival Junior, diretor da coordenação de infraestrutura de TIC da Câmara dos Deputados, sobre como essa necessidade das organizações de se dizerem inovadoras e provocarem movimentos em direção da inovação nada mais fez que apenas encenar sem mudar efetivamente.

Ele nos conta as diferenças e semelhanças entre a iniciativa privada e a pública quando estas querem inovar e quais são as ferramentas necessárias para que inovar não seja apenas uma encenação.


Confira!



3 visualizações0 comentário